Tendência digital para 2017

O que será tendência digital em 2017?

Em 2016 o que mais se teve notícia foi sobre o casamento do mundo da tecnologia com o mundo das marcas. A compra do LinkedIn pela Microsoft, o crescimento de sistemas de inteligência artificial, e carros autônomos.

Já para o ano de 2017, segundo especialistas, muitas tecnologias ganharão ainda mais espaço e deverão ser usadas em larga escala pelo marketing. Também o uso da inteligência de dados será mais relevante para o mercado.

Há algumas tendências que aparecem com mais frequência no estudo feito pela “Quero ser social media”, e separamos pra vocês aqui.

Microinfluenciadores

microinfluenciadores

Diferente do que se viu até agora, influenciadores com audiência em massa, para 2017 quanto mais nichado melhor. São usuários comuns, e não profissionais de mídias socias, muitas vezes consumidores da marca e por isso seu poder influência é maior.

Chatbots

chatbots

São robôs que simulam diálogos reais, e de acordo com o estudo eles devem mudar o trabalho de SAC 2.0. Com a tecnologia avançando deve até influenciar na estrutura de equipes e job descriptions, segundo a especialista.

Data Insight

data insights

Outra tendência são as possibilidades de marketing com os dados disponíveis.  “Ainda damos pouca importância para tudo que é registrado nos aplicativos e sites que acessamos. Porém, profissionais de comunicação de várias áreas começam a perceber que podem extrair informações e insights do Waze e do Google Maps, por exemplo”, disse Eric Messa –  Coord. do Núcleo de Inovação em Mídia Digital da FAAP.

Realidade Virtual

realidade virtual

Com a chegada dos óculos de VR ao mercado, trazem novas maneiras de criar conteúdos, experiências imersivas, para marcas e agências. Novos espaços de mídia devem aparecer, como versões de InGame Ad pouco explorado nos últimos anos. Muitos veículos, como por exemplo The New York Times, já testam a tecnologia na distribuição de conteúdo.

Video First

video first

O acesso móvel à internet predomina sobre os demais dispositivos. Smartphones propiciam maior consumo de vídeos e vêm transformando internautas em espectadores, mais que leitores. Segundo Patricia Moura – Planejamento da Heads Propaganda, “A primeira tendência pra 2017 é o ‘video first’: termo publicado em novembro de 2016 por Mark Zuckerberg para anunciar os números de consumo de vídeos nas plataformas do Facebook.” O video first terá peso muito maior na comunicação, alterando a forma de produzir conteúdo.

Realidade Mista

realidade mista

Em 2003 quando lançado, o Second Life tinha como proposta criar um ambiente imersivo em 3D focado em relações sociais. Na época a velocidade de conexão era muito inferior ao que temos hoje. Atualmente, muito mais adaptadas às redes sociais e com melhor conexão voltamos a ter um ambiente propício para plataformas imersivas, e ainda experimentando a interação com mundo virtual através da realidade aumentada e realidade virtual. “Muito em breve, os gigantes da tecnologia estarão disputando a nossa atenção em mundos mistos e as marcas vão querer fazer parte disso.”, disse Patricia.

Inteligência Virtual

inteligencia artificial

Ainda apontado por Patricia como tendência, estão o avanço do desenvolvimento da inteligência artificial na comunicação, no cinema e na ciência como um todo. “Em dezembro, a Inteligência Artificial Sophia estampou a capa da revista Elle tendo sido clicada por ninguém menos do que Bob Wolfenson. Não podemos negar que eles já estão entre nós e a tendência do mundo do marketing é que sejam utilizados pelas grandes corporações para agilizar soluções tecnológicas e atendimento ao cliente multicanal.”

Data Driven Marketing

data driven marketing

Este conceito envolve um conjunto de práticas, ações, estratégias e decisões relacionadas a marketing que usam como base os dados disponíveis sobre mercado, concorrência, consumidor, entre outros. “Em 2017, as interfaces de acesso aos dados serão ainda mais naturais e de fácil entendimento. Muitos desses aspectos se dão graças à evolução de diversas áreas voltadas a inteligência artificial e machine learning”, diz Eduardo Prange – CEO da Zeeng Data Driven Platform.

Internet das Coisas

internet das coisas

O surgimento das mídias interativas e inteligência de itens como Tvs e refrigeradores vão ganhar força em 2017. O Aumento da conectividade, interação e sinergia entre diversos devices aumentarão ainda mais interfaces de distribuição de conteúdo.


Conheça nossos serviços de Marketing Digital e solicite um orçamento.

Posts recentes

Deixe um comentário