Utilizando gatilhos mentais para conseguir mais clientes

Algumas das principais estratégias de marketing de grandes empresas estão apostando no termo conhecido como triggres. Essa expressão, que traduzida para o português significa gatilhos, tem sido o grande diferencial das automações de marketing para captar clientes, facilitando a rotina de captura de leads e potencializando o trabalho da equipe de vendas.

Saiba um pouco mais como funcionam os gatilhos mensais.

Descobrindo a ação dos gatilhos

Resumindo de uma forma sucinta, para que você possa entender, o termo gatilho pode ser associado à ideia de um evento que dispara ou inicia um determinado processo. Isso pode ser utilizado em diversos contextos.

Indo direto ao ponto que nos interessa, no contexto das estratégias de marketing, os triggers, ou gatilhos, são rotinas armazenadas em bancos de dados e executadas automaticamente a partir da ocorrência de eventos pré-determinados.

Está acompanhando tudo até aqui? Então vamos seguir.

Usando gatilhos nas suas estratégias de marketing

gatilhos mentais

Quando estamos falando dos gatilhos utilizados no marketing, podemos ver claramente uma colaboração dessa estratégia no estabelecimento parâmetros automáticos de condução do seu possível cliente, que também pode ser conhecido como lead. Com isso, podemos acompanhar seu comportamento de interação com os pontos de contato pré-estabelecidos, como chats, e-mails e afins.

Tudo se baseia na configuração de ações ou comportamentos que geram novos passos. O primeiro é indicar o parâmetro responsável por incluir determinado usuário no fluxo de automação, tornando-o um lead que deve ser monitorado. A partir daí, pode-se determinar ações específicas que ativam novos passos.

Esses eventos, que funcionarão como gatilhos, podem estar ligados a ações como o preenchimento de formulários, atualizações de campo e também às interações geradas por usuários via site ou aplicativos de contato mantidos pela empresa.

A retenção de leads para o seu negócio

Diante desse cenário, o seu processo de prospecção pode (e deve) contar com etapas automáticas de conversação ou ações, ganhando mais agilidade. Cada lead será monitorado, permitindo a equipe de vendas dimensionar a melhor abordagem e o momento exato para entrar em ação. Os gatilhos também levam em consideração o perfil e as necessidades mapeadas para todos os leads.

As ferramentas que o mercado oferece para aplicação dos gatilhos são variadas, permitindo às empresas atuarem em diferentes canais para estabelecer parâmetros e ações personalizadas. Todo o uso de triggers será configurado a partir do perfil do seu negócio e para conversar de forma única com seu público.

Gatilhos mentais podem realmente funcionar?

Apesar do constante crescimento da atividade por parte das empresas, ainda existe uma grande resistência com relação ao aproveitamento dessa estratégia. Entretanto, vale lembrar que os gatilhos mentais são utilizados desde muito tempo em áreas da saúde, por exemplo, como em sessões de psicoterapia e similares, a fim de despertar no paciente sentimentos, desejos e lembranças.

Isso significa que os procedimentos podem ser efetivos, entretanto, assim como em qualquer outro negócio, é preciso que haja planejamento e dedicação Avalie bem se todo o projeto pode ser viável, considerando o desenvolvimento, programação, etapas de captura, conteúdo e até mesmo o comercial e pós-venda do seu negócio devem estar alinhados com as atividades.

Gostou das nossas dicas sobre gatilhos mentais? Continue acompanhando nosso blog para mais curiosidades.

Posts recentes

Deixe um comentário